Idolatria, imagem de escultura Você acredita em imagens de escutura? Será que elas ouvem suas orações? Descubra aqui!

| H o m e | M i n i s t é r i o | P a s t o r | C u l t o s | P e d i d o . de . o r a ç ã o | C o n t a t o s
João 14:6 | Jesus disse: "Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida." Envie um e-mail para o Pastor Sérgio Adicione esta página no seu Favoritos

Menu

Clique e leia mais de 200 estudos bíblicos








ATOS DOS APÓSTOLOS / CAP. 26

ATOS 26: 1 – Paulo agora está diante de um rei, estava se cumprindo uma das profecias do Senhor Jesus. Mt. 10: 18; 24: 35. Era natural que este rei concedesse permissão para Paulo, este atitude não foi nenhum ato de elegância por parte do rei, pois Paulo tinha direito:
1º. Paulo era cidadão romano e como tal ele tinha direito e o direito de defesa era um deles.
Atos 25: 16.
2º. Paulo não tinha cometido nenhum crime contra a lei romana.
3º. As questões em discussão eram de cunho religioso e não político ou social.                                                                  
4º. A questão religiosa discutida era relacionada com a religião judaica, portanto o tribunal romano não se intrometia nas questões religiosas dos judeus. Atos 25: 13- 20; Atos 26: 31 e 32.

ATOS 26: 2 e 3 – Apesar de Paulo parecer irônico neste texto, Paulo não estava, pois estar se defendendo perante o rei era sim ser um bem aventurado Atos 18: 9 e 10. Este rei não era um rei leigo ele conhecia os costumes e a lei judaica e já tinha ouvido falar do Senhor Jesus Atos 8: 3 e 4.

ATOS: 26: 4 – Paulo começa a sua defesa mostrando que a sua conversão não foi algo normal Atos 9: 1 – 22. Paulo era judeu e muito zeloso da Lei Fp. 3: 5 e 6 conhecedor da Palavra, aprendeu  sobre a Lei com o mestre de maior conhecimento entre os judeus Atos 22:3.

ATOS 26: 5 – Um homem como Paulo conhecedor da Lei, praticante da Lei instruído na Lei, fariseu e perseguidor dos cristãos Atos 22: 4 e Atos 8: 1ª conversão de um homem assim era difícil de explicar, era realmente algo sobrenatural Is. 43: 12 e 13; Jó 42: 2.

ATOS 26: 6 – Paulo estava sendo julgado não porque estaria violando a Lei, mas porque a Lei profetizada no Velho Testamento estava se cumprindo em sua vida Gl. 3: 13 – 25; Gl. 2:20; Rm 10:4.

ATOS 26: 7 – Razão da existência de Abrão, Isaque e Jacó e seus doze filhos e da nação judaica era uma só ,a promessa feita lá no começo Gn. 3: 14 e 15; Ap. 12: 1 -5.

ATOS 26: 8 – Paulo estava sendo julgado porque pregava a ressurreição dos mortos, qual è a razão da religião, sem a esperança da ressurreição esta religião não teria sentido ICo. 15: 12 – 22;  por isso acreditamos que  quando damos prioridades as doutrinas de bênçãos financeiras, curas, libertações, revelações,e profecias sem priorizar 0 arrependimento,  a  salvação e a ressurreição a nossa pregação fica sem sentido. Mc 1:2-4; Jô 3:14 -17; ICo15:32-58; Hb 6:1,2.

ATOS 26: 9 e 10 – Paulo como fariseu que era e zeloso da lei era natural que ele saísse em defesa da sua religião e que qualquer outra religião que surgisse para anular as doutrinas judaicas deveria ser perseguida Atos 22: 1 – 4; Fp. 3: 5 e 6.

ATOS 26: 10 – Paulo recebeu ordem para prender qualquer pessoa que pregasse a ressurreição de Cristo e através de Cristo, mas aqui neste texto Paulo reconhece que as pessoas que ele perseguiu e prendeu eram santos IPd. 2: 1 – 10; LV. 20: 7.

ATOS 26: 11 – Paulo dominado pelo seu zelo da religião judaica não media esforços para caçar e prender os cristãos, isto fica como alerta Paulo era um homem que conhecia a Lei, conhecia a religião era instruído nas doutrinas era um homem que tinha a Palavra guardada em sua mente, seu coração Sl. 119: 11, mas não conhecia a vida João 14: 6. O zelo pela religião, pelas doutrinas e pela letra mata Gl. 1: 13 e 14; IICo. 3: 3 – 6.

ATOS 26: 12 – Observamos o texto Paulo menciona em uma destas vagens, ou seja, depois de tantas viagens perturbando Cristo perseguindo Cristo Atos 9: 4,5 ; Paulo finalmente encontrou o que ele estava procurando: a queda e o tombo, a necessidade de conhecer a Verdade João 8: 32; João 14: 6; Atos 9: 1 – 5.Quantos por ai estão em muitas viagens através das drogas, dos crimes, das violências, prostituições, corrupções etc. apenas aguardando só o momento da queda do tombo e se ver necessitando de conhecer a Verdade e ter o encontro com Cristo Jr. 33: 3; Rm. 10: 8 – 13.   
 
ATOS 26: 13 – Observamos que o texto diz ao meio dia, não foi no começo do dia e nem foi no fim do dia, mas sim no meio, é no meio que Deus age, Deus não age nos extremos. Deus não age no começo para que o homem não caia na soberba e ache que sabe demais, nem no fim para que o homem pense que sabe pouco e não tenha mais tempo, Deus age no meio no tempo certo na medida certa para que o homem através do Espirito Santo faça a obra conforme a vontade de Deus Ec. 3: 1; Hb. 3: 2.

Foi no meio do dia que Paulo teve o encontro com a luz, meio dia é o horário em que o sol está no seu auge está no centro, está mais próximo, portanto a sua luz é maior. A luz de Cristo é inconfundível, a luz de Cristo está acima de qualquer luz, a luz de Cristo brilha, ofusca, e é a luz mais potente que existe mais que a do sol ao meio dia, a luz de Cristo envolve qualquer um, atinge lugares que o sol do meio dia jamais vai atingir. Portanto você saiba de uma coisa, seja envolvido pela luz de Cristo que vem através de seus ensinamentos e do seu Evangelho. Mt. 4: 16 e 17; Lc. 2: 25 – 32; João 1: 1 – 4; 3: 19; 8: 12; 7: 16 e 17; Rm. 1: 16 e 17.

ATOS 26: 14 – Diante da luz de Cristo quem é que pode ficar em pé? Quem pode resistir a esta luz? Há muitos que usam este texto para dizer que o poder de Deus derrubou Paulo (leia pregação em texto: A unção que derruba) Paulo caiu diante de algo que era muito maior do que ele, ele caiu de temor, respeito, reverência, Paulo caiu com o rosto no pó. Jesus não queria Paulo derrubado, deitado sem vida com medo, Jesus queria Paulo de pé pronto para receber a unção o poder pronto para ser o maior evangelista de todos os tempos Atos 9: 6, 15 e 16; Rm 1:16,17.

A pergunta é: Saulo porque me persegues? Qual o motivo? O que Eu fiz para você me perseguir? Quem pode ferir uma rocha? Mt. 7: 24 e 25. Porque resistir, porque lutar contra aquele que é mais forte. Aquele Deus entregou nas mãos de Jesus e das mãos Dele não se pode escapar. Jõ. 10: 14 – 18 e 27 – 29.

ATOS 26: 15 – Quem és Senhor? Paulo nem sabia com quem estava falando, ou seja, não fiz nada para ti, não te conheço, mas Jesus diz quando fizeres um dos meus pequeninos, quando fizeres a um dos meus irmãozinhos que me aceitaram como seu Senhor e Salvador, quando fizeres a um dos meus profetas, pregadores, evangelistas, pastores é a mim que você está fazendo, você atingi a um dos meus pequeninos é a mim que você está atingindo. Mt. 25: 40; Mc. 9: 38 – 41; Pv. 14: 31.

ATOS 26: 16 – À hora é agora o momento é de se levantar, nada de ficar prostrado, deitado com medo, com sono dormindo Ef. 5: 14; Rm. 13: 11 e 12; Is. 60: 1 e 2.

ATOS 26: 17 - Não tenha meso não se assuste, por minha causa sereis perseguidos e até preso, mas não temas; vos sois minhas testemunhas. Is. 44: 1 – 8; Atos 18: 9 e 10; Atos 23: 11; Mc. 13: 9 – 11.

ATOS 26: 18 - A mensagem do Evangelho não è algo complicado não è difícil de entender IICo. 4: 1 – 4 a mensagem do Evangelho abre os olhos, tira das trevas, trás a luz, arrebata das mãos de Satanás, converte e coloca o homem nas mãos de Deus. Rm. 1: 16 e 17; ICo. 2: 1 – 5.

ATOS 26: 19 - Como Paulo poderia recusar e desobedecer, Jesus o chamou pessoalmente, como alguém que recebe esta mensagem, como alguém que tem um encontro real com Jesus pode deixar de falar Dele, como alguém que tem uma experiência pessoal co Jesus pode deixar de dar testemunho sobre ELE. Quando o homem tem um encontro verdadeiro com Jesus a sua vida jamais será a mesma, quando Paulo encontrou Jesus ele era Saulo, mas depois nunca mais ele foi Saulo ISm. 10: 6; Atos 9: 17 – 21; IICo. 5: 17 e 18.

ATOS 26: 20 – Paulo não recebeu a unção e logo saiu pregando no campo como missionário, Paulo começou a pregar aos mais próximos, ele também não saiu pregando palavras difíceis baseada na Lei, no Velho Testamento, ou trazendo mensagens de interesse financeiro e materiais, mas Paulo sai pregando a mesma mensagem pregada por João Batista e Jesus e também pregada por Pedro Lc. 3: 1 – 8; Lc. 24: 44 – 47; Atos 2: 37 e 38.

ATOS 26: 21 – A mensagem pregada por João Batista, por Jesus Cristo e pelo Apostolo Pedro e agora pregada por Paulo trás animosidade, trás sofrimento e luta, portanto qualquer doutrina que vai contra estes acontecimentos na vida de Jesus e dos Apóstolos não passa de mentiras e enganos de falsos profetas enviados por Satanás para confundir as ovelhas e a igreja. IITm. 3: 10 – 12; Atos 4: 1 – 21; Lc. 22: 1 – 6; Jõ. 17: 6 – 14.

ATOS 26: 22 e 23 – A recompensa para um homem que não teve medo, que não se encurvou diante das mentiras e falsas doutrinas, mas antes permaneceu firme na Verdade, cheio do Espirito da Verdade e sempre pregando a verdade João 14: 6; João 16: 7 – 13; João 17: 17; Sl. 91: 7 e 8;Sl 34: 7 e 8. Paulo era um pregador que não escolhia a qualidade dos ouvintes e nem a quantidade, isto deve servir de exemplo para muitos pregadores nos dias de hoje que só querem pregar em igrejas cheias, que só querem pregar em igrejas ricas grandes e bonitas.

Paulo não escolhia os ouvintes, ele pregava para pessoas qualificadas ou não qualificadas, Paulo pregava para poucos e para muitos, pregava nas igrejas ou fora delas. Paulo entendia que qualquer tipo de pessoas bastante ou poucas mereciam ouvir a mensagem da ressurreição, todos grandes e pequenos merecem e tem que ouvir que Jesus Cristo é o primeiro da ressurreição dos mortos, tantos grandes e pequenos qualificados ou não tem que receber a luz, pois tantos grandes e pequenos qualificados ou não, sem a luz de Cristo estão mergulhados nas trevas. ICo. 1: 18 – 24; Rm. 10: 4 – 12; Cl. 2: 1 – 17; Fp. 2: 5 – 11.

ATOS 26: 24 e 25 – Paulo movido pelo Espirito Santo dava testemunho da sua conversão, e fazia uma bela pregação sobre Jesus a ressurreição e a luz do mundo, de repente o Governador possuído por um demônio enviado por Satanás entrou em ação tentando impedir Paulo de continuar pregando. Festo movido por Satanás tentou confundir Paulo.   

1º. Alegando que Paulo tinha estudado muito e já estava ficando meio louco.                                                            

 2º. Levando todos os ouvintes a acreditar que aquilo que Paulo pregava era apenas letras. O que Paulo pregava não tinha nada a ver com os estudos teológicos que durante toda a sua vida ele aprendeu. Gl. 1: 11 e 12; Fp. 3: 1 – 11.                               
O que Paulo pregava era Jesus Cristo e quem prega Jesus Cristo não prega letra, mas sim a vida. IICo. 3: 3 – 8; João 14: 6.

ATOS 26: 26 e 27 – Paulo sabia que o rei era conhecedor da Palavra, conhecedor da história de Israel e dos profetas, sendo conhecedor da história de Israel e dos profetas era natural que ele soubesse algo sobre o Messias, o Cristo prometido pelo Velho Testamento. É dever de todos que estuda o Velho Testamento e conhece as histórias dos profetas encontrarem Cristo no Velho Testamento e usar o Velho testamento para divulgar a ressurreição e a salvação por intermédio de Jesus Cristo. João 8: 31 – 56; Mt. 11: 1 – 10; Atos 3: 16 – 23; Atos 7: 30 – 39.

ATOS 26: 28, 29 e 30 – Diante da Palavra e da Unção do Espirito Santo que estava sobre Paulo o rei estava pronto para aceitar Jesus Cristo como seu salvador, a Palavra ungida enchia o coração do rei mexia com seu ego. É assim a Palavra pregada pelo Espirito não a letra, mas a vida. Quando o pregador está cheio do Espirito Santo a Palavra enche mexe com o ego, trás revelação e trás conversão, mas no rei o seu ego falou mais alto ele preferiu rejeitar a salvação , ele pensou o que vão dizer: o rei virou cristão. Ele preferiu entrar pela porta larga, ele preferiu o caminho largo, ele preferiu o caminho que o levaria até as portas do inferno Pv. 14: 12. Rejeitando a salvação e a ressurreição que vinha pela fé em Cristo Jesus pela pregação do Apostolo Paulo. Ap. 1: 17 e 18; João 11: 25 e 26; Atos 16: 19 – 31; Rm. 10: 17.

ATOS 26: 31 e 32 – Aceitar Jesus Cristo o rei não quis, se converter a cristão nem pensar, mas ele sentiu o impacto da Palavra pregada pelo Apóstolo Paulo, ele viu que Paulo era um homem de Deus, e que não havia motivo algum para manter Paulo preso, mas ele não podia fazer nada era Deus quem estava no comando, era o Espirito Santo que fazia as coisas acontecer conforme as Palavras do Senhor Is. 43: 13; Jò .42:2;João 16: 7 – 14; João.15: 26 e 27; João.14: 26; Atos 23: 11;Atos.18:9,10.

Pr. Ev. Sérgio Lopes » Voltar para o mergulhando

Leia os outros capítulos: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25 26 27 28                          
dizimo


BUSQUE NO SITE:




DEIXE SEU RECADO:



PARTICIPE DA NOSSA COMUNIDADE NO ORKUT:

Participe de nossa comunidade no Orkut.

Amazing Counters

Já visitaram


© 2009 PALAVRAS DA VIDA - SUA IGREJA NA INTERNET | Todos os dirseitos reservados |